Em manifesto, PT diz que está sob forte ataque

O PT divulgou nesta segunda-feira (30), um manifesto, que foi composto por dirigentes estaduais do partido, com aval do presidente nacional da legenda, Rui Falcão, e do ex-presidente Lula. O documento diz que o PT está “sob forte ataque” e chega a comparar ao cenário de 1989, quando o sequestro do empresário Abílio Diniz foi atribuído ao partido.

A questão foi vista pelo petista como um dos fatores determinantes para a derrota de Lula na disputa presidencial contra Fernando Collor. “Em nossa história de 35 anos, muitas vezes investiram contra nós. O fato mais marcante, numa longa trajetória de manipulações, foi imputarem ao PT o sequestro do empresário Abilio Diniz”, diz trecho do primeiro parágrafo.

“A ofensiva de agora é uma campanha de cerco e aniquilamento”, continua o texto, que acusa um sujeito indefinido de já ter proposto no passado ser “preciso acabar com a nossa raça”. O documento diz ainda que “não suportam” o fato de o PT ter tirado da miséria extrema 36 milhões de brasileiros e brasileiras, em “tão pouco tempo” e que, por isso, tentam criminalizar o PT.

Juízes federais querem o fim da ‘eternização do processo’

Proposta de projeto de lei que será apresentada pela Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) ao Congresso Nacional nos próximos dias prevê alterações no Código de Processo Penal que, na prática, reduz o uso dos recursos de defesa como forma de impedir a prisão de condenados sentenciados por crimes graves, em primeira instância. O texto estipula punição de multa para quem lançar mão desses instrumentos como forma de protelação dos processos criminais.

Em artigo publicado neste domingo, 29, no jornal O Estado de S. Paulo, o juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações penais da Operação Lava Jato, e o presidente da entidade, Antônio Cesar Bochenek, criticam a “perpetuação na vida pública de agentes que se sucedem nos mais diversos escândalos criminais”.

Para os juízes, “o problema da legislação atual é o de supor como geral o erro judiciário e, como consequência, retirar toda eficácia da sentença judicial, transformando-a em mera opinião, sem força nem vigor”.

Nome de assessor de Campos em site pró-Temer pega partidos de surpresa

Site foi criado com o objetivo de apoiar Temer para ser presidente da República (Foto: Reprodução)

O registro do site www.micheltermerpresidente.com, no nome de Carlos Augusto Ramos Leal Filho, conhecido como Percol, assessor do ex-governador Eduardo Campos pegou de surpresa tanto o PSB, quanto o PMDB. O endereço eletrônico foi registrado no dia 17 de março em português www.micheltemerpresidente.com.br, que redireciona o internauta para o site original, hospedado nos Estados Unidos.

Não foi discutido afastamento de Vaccari em reunião do PT, diz Rui Falcão

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, disse nesta segunda-feira (30), que não foi discutida na reunião com dirigentes estaduais do partido o afastamento do tesoureiro do partido, João Vaccari Neto. A Justiça Federal aceitou, na semana passada, denúncia contra Vaccari, no âmbito da operação Lava Jato. Segundo Falcão, foram apresentadas apenas duas cartas, pelos diretórios de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, pedindo genericamente que pessoas citadas na investigação sejam afastadas.

Falcão tentou evitar qualquer avaliação pessoal sobre o caso de Vaccari, mas argumentou que “quem é acusado não é culpado”. Disse que qualquer iniciativa desse tipo no partido tem de partir de uma decisão coletiva, seguindo os ritos internos. “Não há nenhuma proposta, até o momento, para que o companheiro Vaccari seja afastado de suas funções”, afirmou.

Questionado sobre a posição do ex-governador Tarso Genro, que participou de outra reunião com lideranças petistas, no mesmo hotel em São Paulo, e que defendeu o afastamento preventivo do tesoureiro, Falcão disse que opiniões têm de ser respeitadas e ouvidas mas que Tarso não apresentou uma proposta em instância formal. “Ele poderá apresentar na reunião do diretório nacional no dia 17 (de abril).”

PCR inaugura sede do Transforma Recife

O espaço já está funcionando na Rua do Bom Jesus, nº 180, das 9h às 12h e das 15h às 17h (Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

O prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), inaugurou, nesta segunda-feira (30), uma sala física do projeto Transforma Recife, que tem o objetivo de engajar pessoas no voluntariado. O espaço já está funcionando na Rua do Bom Jesus, nº 180, das 9h às 12h e das 15h às 17h. A partir desta segunda, a plataforma digital (www.transformarecife.com.br) se encarregará de cruzar os dados dos interessados em realizar trabalho voluntário com instituições que precisam de engajamento social.

Pag 1 of 1.86612345...102030...Última »