Vereadores convocam para reunião pública sobre livros de gênero

Isabella de Roldão e Jayme Asfora convocaram reunião para a próxima sexta (27) (Divulgação)

Os vereadores Isabella de Roldão (PDT) e Jayme Asfora (PMDB) convocaram uma reunião pública, na Plenarinho da Câmara, para tratar da questão da proibição ou não dos livros enviados pelo MEC para as escolas municipais do Recife e, também, discutir os conteúdos referentes à identidade de gênero e livre orientação sexual. O encontro ocorrerá na próxima sexta-feira (27), a partir das 9h.

Continuar lendo

Senadores pedem investigação de Jucá, avisa Humberto

Bancada petista acusa peemedebista de interferir na Lava Jato (Foto: Jonas Pereira/ Agência Senado)

A bancada do PT no Senado apresentou, nesta terça-feira (24), representação à Procuradoria-Geral da República (PGR) em que solicita a instauração de procedimento investigatório para apurar até que ponto o ex-ministro do governo Romero Jucá (PMDB-RR) interferiu para obstruir a Operação Lava Jato e influiu para o afastamento da presidenta Dilma Rousseff. A peça também foi assinada por cinco outros senadores.

Continuar lendo

Pedro Josephi é mais um nome para tentar levar o PSOL à Câmara do Recife

Advogado tenta ingressar na Casa José Mariano nas eleições deste ano (Foto: Divulgação)

Engrossando a chapa do PSOL, o advogado Pedro Josephi é mais um nome do partido que vai disputar à Câmara de Vereadores do Recife. Ele esteve reunido, nesta terça-feira (24), com o deputado estadual e presidente do partido no Recife, Edilson Silva, para firmar sua pré-candidatura à Casa Legislativa.

Continuar lendo

Intrincado jogo de poder

Por Luciano Siqueira*

A revelação da conversa gravada entre Romero Jucá e Sérgio Machado significa muito mais do que o motivo da queda de um ministro do Planejamento com apenas dez dias no cargo.

Puxa o fio do intricado novelo político intrinsecamente relacionado com o impeachment da presidenta Dilma e a disputa entre as duas principais correntes golpistas – o PMDB de Temer e o PSDB de FHC, Serra, Aécio e seguidores.

Espiando tudo e mexendo os cordéis, à sorrelfa, o chamado “mercado”, codinome da poderosa e onipresente oligarquia financeira, que dá as cartas aqui e mundo afora.

Ora, se desde março a Procuradoria Geral da República e o STF já tinham em mãos essa gravação, por que não agiram?

Continuar lendo