Renan critica PGR e pede a Zavascki acesso a pedido de inquéritos da Lava Jato

Agência Brasil (Brasília) – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), solicitou nesta sexta-feira (6), ao ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), acesso ao teor dos pedidos de abertura de inquérito relacionados à operação Lava Jato enviados, na última terça-feira (3), pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot à Corte.

O peemedebista pede ainda que antes da efetiva instauração do inquérito, possa ter conhecimento do conteúdo das delações premiadas em que tenha sido citado e prazo “razoável” para se manifestar sobre as eventuais acusações.

Em documento protocolado há pouco no STF pelo advogado-geral do Senado, Alberto Cascais, Renan Calheiros, critica a atuação de Janot e sustenta que, sendo alvo de investigação por parte do Ministério Público Federal, como tem sido noticiado na imprensa nos últimos dias, deveria ter tido oportunidade de se manifestar a respeito das acusações.

Deputados visitam a fábrica da Fiat

(Foto: Arquivo Folha)

Um grupo de deputados estaduais fará uma visita institucional está tarde à fábrica da Fiat, em Goiana. Numa iniciativa do presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), deputado Aluísio Lessa (PSB), os parlamentares vão conhecer as instalações da empresa, que começou a produzir carros na semana passada.

Entre empregos diretos e indiretos, desde a fase de implantação até o pico da produção serão mais de 47,5 mil, 80% desse montante devem ser vagas ocupadas por pernambucanos.

Dilma defende ajuste econômico para manter programas sociais

A presidenta Dilma Rousseff defendeu nesta sexta-feira (6) a aplicação do ajuste econômico do governo e disse que o Brasil entra – a partir de agora – em uma nova fase de enfrentamento da crise. Segundo Dilma, diferentes medidas serão necessárias para ultrapassar a etapa atual e os ajustes têm o objetivo de manter programas sociais, emprego e renda.

“Estamos entrando agora em nova fase de enfrentamento da crise. Várias medidas diferentes serão necessárias. Uma nova trajetória [é necessária] para que possamos crescer. Não é que nós iremos querer voltar atrás para algum outro momento. Não. Queremos melhorar ainda mais o que nós já conquistamos. Por isso é que estamos fazendo essas correções e esses ajustes”, disse a presidenta após referir-se a crise financeira internacional de 2008.

“Estamos fazendo um imenso esforço para que o Brasil continue fazendo programas sociais, mas também amplie os investimentos, tenha uma economia próspera e continue gerando emprego e renda para toda a população. Esse esforço passa por correções. Mas as correções não são um fim em si mesmas, é para garantir programas como esses que fazemos”, acrescentou Dilma.

CPI da Petrobras tem bate-boca generalizado nesta quinta

(Foto: Gabriela Korossy/Agência Câmara)

A sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) viveu nesta quinta-feira (5) momentos de tensão e bate-boca generalizado, após o presidente Hugo Motta (PMDB-PB) anunciar que criaria quatro subrelatorias para o colegiado. Indignado com a condução dos trabalhos, Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) chamou o peemedebista de “moleque” e chegou a ser contido por colegas. Outros deputados se levantaram de suas cadeiras e, com dedos em riste, foram até a mesa da presidência questionar Motta.

Pedro Barusco dever ser o primeiro a ser ouvido na CPI da Petrobras

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras aprovou nesta quinta-feira (5) 43 requerimentos, entre eles a convocação dos ex-presidentes da Petrobras Graça Foster e José Sérgio Gabrielli. O primeiro a ser chamado será o ex-gerente da estatal Pedro Barusco, que deve ser ouvido na próxima terça-feira (10).

Apesar da ponderação de alguns parlamentares sobre a contratação de consultoria estrangeira, também foi aprovado a colaboração da Kroll, uma das maiores empresas de auditoria e investigação mundial, que já atuou em casos como o processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor, para colaborar com a CPI.

O deputado Edmilson Rodrigues (PSOL-PA) questionou a sugestão do presidente da CPI, Hugo Motta (PMDB-PB), de contratar a Kroll. Edmilson lembrou que a Kroll já havia sido condenada pela Justiça brasileira.

Pag 1 of 1.78312345...102030...Última »