PT não detalha ‘indenização’ para cunhada de Vaccari

O pagamento de uma suposta indenização de R$ 240 mil pelo PT para a cunhada do ex-tesoureiro do partido João Vaccari Neto, em 2011, que seriam decorrentes de danos morais causados pela associação de seu nome ao escândalo do mensalão, não aparece de forma detalhada na prestação de contas anual da legenda. Segundo Marice Corrêa de Lima, cunhada de Vaccari, o pagamento ocorreu via acordo extrajudicial. O valor foi repassado pelo escritório de advogacia do ex-deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT).

A operação financeira é investigada pela força-tarefa da Operação Lava Jato como suposta lavagem de dinheiro de propina da Petrobrás e ocultação de patrimônio do ex-tesoureiro – tendo a cunhada como auxiliar.

Marice afirmou em depoimento à Polícia Federal, no dia 20, que o dinheiro da indenização cobriu a compra do apartamento em obra, no Guarujá , litoral paulista, via Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop) – declarado pelo valor de R$ 200 mil, em 2012. O imóvel foi devolvido para a incorporadora um ano depois da compra por R$ 432 mil. A empreiteira era a OAS, empresa acusada corrupção na Petrobras.

Parecer de Janot: cenário aberto

Por Renata Bezerra de Melo
Da Coluna Folha Política

Após receber os autos, ontem, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não demorou e ofereceu, logo, parecer pelo arquivamento do inquérito, instalado para apurar possíveis repasses ilegais de verbas do Ministério dos Esportes, envolvendo Luciana Santos e Renildo Calheiros, enquanto prefeitos de Olinda. Já era noite, quando o advogado da deputada federal preparou nota técnica para tornar pública a posição da Procuradoria Geral da República. A investigação sobre o suposto delito contra Administração Pública foi remetida ao STF. A relatoria é do ministro Teori Zavascki. Diante do concorrido cenário que se desenha, previamente, para disputa de Olinda, em 2016, a posição de Janot sinaliza tendência de arquivamento por parte de Teori, o que gera, naturalmente, reflexo no cenário da corrida eleitoral. Antônio Campos, como a coluna cantou a pedra, posiciona-se como pré-candidato. O PSB ainda externará a posição oficialmente. Os jogadores continuam em campo.

Esse mesmo fato já havia sido objeto de um outro inquérito que tramitou no STF (INQ 3.642) e terminou arquivado

Reforma política é debatida em Petrolina

Deputado é o 3º vice-presidente do colegiado (Foto: Divulgação)

Líderes mundiais oferecem ajuda ao Nepal

Líderes mundiais e instituições de caridade globais manifestaram pesar e ofereceram ajuda de emergência para o Nepal após o terremoto deste sábado, enquanto tentavam compreender o escopo do desastre.

A União Europeia está avaliando “algum apoio orçamental” para o Nepal, de acordo com uma declaração conjunta publicada neste sábado pelos chefes de política externa, desenvolvimento e ajuda humanitária. A nota não informa detalhes e montantes. Eles disseram que a UE também está pesquisando “como é possível ajudar o Nepal a lidar com os edifícios destruídos e danificados e como ajudar os seus cidadãos”. “A extensão total das vítimas e dos danos ainda é desconhecida, mas relatos indicam que provavelmente será elevada, em termos de perda de vidas, ferimentos e danos ao patrimônio cultural.”

Algumas instituições de caridade estão montando equipes de desastre – com base no pressuposto de que abrigo e ajuda médica são necessários com urgência -, mas a via mais conveniente para o Nepal não está disponível porque o aeroporto internacional em Katmandu foi fechado devido ao terremoto.

Os médicos franceses do grupo de ajuda do Médicos do Mundo disseram ter mobilizado os seus trabalhadores no Nepal – que estão em Katmandu e Chautara trabalhando com saúde materna e infantil – para ajudar as vítimas do terremoto. O grupo está enviando mais funcionários e ajuda médica para a região imediatamente.

ONU pede à Indonésia para não executar dez pessoas

Agência Brasil (Brasília) – O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, apelou neste sábado (25) ao governo indonésio para não executar dez pessoas, entre as quais o brasileiro Rodrigo Gularte, condenadas à morte por tráfico de droga, reiterando a tradicional oposição à pena capital.

Os dez condenados são um indonésio e nove estrangeiros oriundos da Austrália, Brasil, Filipinas, Nigéria e França. Nove destes condenados foram informados da sua execução iminente, tendo o francês Serge Atlaoui sido excluído da lista das próximas execuções.

Ban Ki-moon “apelou ao governo indonésio para não executar, como anunciou, os dez prisioneiros que se encontram no corredor da morte pelos crimes alegadamente ligados à droga”, diz um comunicado da ONU.

Pag 1 of 1.95012345...102030...Última »