Após acordo com Procuradoria, executivos da Andrade deixam prisão

Da Folhapress

O ex-presidente da Andrade Gutierrez Otávio Azevedo e o ex-diretor da empresa Elton Negrão, que foram presos na Operação Lava Jato, vão passar o Carnaval em casa. Os dois assinaram acordo de delação premiada com a PGR (Procuradoria Geral da República) -agora, serão transferidos para o regime de prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica. O acordo ainda precisa ser homologado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Os executivos ganharão a liberdade nesta sexta-feira (5). Ambos foram presos em junho, na 14ª fase da Lava Jato.

No acordo assinado pelos executivos, eles se comprometeram a revelar informações sobre temas como a construção de estádios de futebol para a Copa do Mundo e os pedidos de doações para a campanha de 2014 da presidente Dilma Rousseff envolvendo figuras centrais do seu governo, como o assessor especial da presidência Giles Azevedo e o ministro-chefe da Secretaria de comunicação, Edinho Silva.

Entre os estágios em que a Andrade atuou estão a reforma do Maracanã, no Rio, o Mané Garrincha, em Brasília, o Beira-Rio, em Porto Alegre, e a Arena da Amazônia, em Manaus. Eles também devem falar de obras relacionadas ao setor elétrico, como as usinas de Belo Monte, no Pará, e Angra 3, no Rio.

Continuar lendo

Câmara afirma que turistas serão bem informados sobre o Zika Vírus

Governador disse que população deve agir coletivamente contra o inseto (Foto: Alex Ribeiro/Blog da Folha)

Com tantos alertas sobre a disseminação do Zika Vírus pelos órgãos de saúde, o governador Paulo Câmara (PSB) garantiu que as pessoas que chegarem ao Estado no período da folia de Momo estarão bem informadas sobre a precaução contra o mosquito. Presente na abertura do Carnaval do Recife, nesta sexta-feira (5), o socialista também destacou que é preciso ter uma ação coletiva da população para diminuir os riscos de contaminação.

Continuar lendo

Vereador de Gravatá diz que filha foi exonerada de cargo por retaliação do PSB

Vereador de Gravatá, Luiz Prequé (PSB) se mostrou indignado com a saída da sua filha, Renata Patrícia Prequé, da coordenação geral de uma unidade do Detran-PE  no município.  O Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (5) informa ai exoneração de sua filha.

O legislador afirmou que o motivo da saída de Patrícia Prequé foi por retaliação política. Com a atitude, o vereador promete que saíra do PSB.

“Estou só esperando o carnaval passar para enviar minha carta de desfiliação. Isso não é o PSB de Miguel Arraes, de Eduardo Campos, é um PSB raivoso”, criticou o vereador.

O seu outro filho, o vice-prefeito Rafael Prequé, fez inúmeras criticas ao processo de intervenção de Gravatá.

Continuar lendo

Luciana critica possível rompimento da Frente Popular em Olinda

Presidenta do PCdoB marcou presença na abertura do carnaval do Recife ao lado do seu marido, o deputado Waldemar Borges (Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco)

Cotada como candidata à Prefeitura de Olinda, a deputada Luciana Santos (PCdoB) ainda desconversa sobre sua postulação. Ela também tenta não opinar sobre outros vários nomes que podem entrar na disputa. No entanto, questionada sobre um possível rompimento da Frente Popular e da candidatura do escritor Antônio Campos (PSB), a parlamentar disse que projetos pessoais não devem se sobressair as questões políticas.

Continuar lendo

‘Se precisar de algo, conte comigo’ é jargão político, diz Vaccarezza à PF

Vaccarezza afirma que declaração faz parte do jargão político (Foto: Laycer Tomaz/ Câmara dos Deputados)


Da Folhapress

Investigado na Lava Jato, o ex-deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) quis rebater, em depoimento à Polícia Federal, declaração do dono da UTC, Ricardo Pessoa, afirmando que teria ouvido do petista a expressão: “Se precisar de algo, pode contar comigo”. Para se defender, Vaccarezza afirmou que a expressão nada mais é do que “um jargão político”.

Continuar lendo